Veja os dez erros mais cometidos no currículo


Foto no currículo.

Não há necessidade e você ainda corre o risco de errar colocando uma foto que deponha contra sua imagem profissional.

Número de documentos.

Esses dados devem ser fornecidos para a empresa no momento da contratação ou a pedido do selecionador, não coloque no currículo.

Layout "pesado".

Cuidado com cores e fontes chamativas demais. O currículo ideal deve ser sóbrio e discreto. Use fontes tradicionais e cor preta.

Objetivo não condiz com a formação.

Tenha foco no currículo. Deixe claro seu objetivo e coloque as formações que correspondam a esse interesse. Não coloque cursos que nada agreguem ao objetivo.

Pretensão salarial.

Prefira comentar sobre este assunto no momento da entrevista e quando o selecionador falar a respeito. No currículo evite fazer qualquer menção a salário.

Qualificações pessoais.

No currículo você deve ressaltar suas experiências, resultados, qualificações profissionais - por meio de cursos, formação. Não coloque características pessoais que você julga ter, isso poderá ser conversado durante a entrevista.

Erros gramaticais.

Revise seu currículo antes de enviá-lo a qualquer empresa. Esse é um erro gravíssimo e que pode eliminá-lo da próxima etapa do processo seletivo. Por isso, todo cuidado é pouco.

Mentira.

A pior armadilha em que um profissional pode cair é mentir em seu currículo. Além de ter grandes chances de se contradizer e passar por situação constrangedora, em alguns casos, não é chamado para a entrevista - o selecionador percebe que as informações estão desencontradas e descarta o profissional.

Ser prolixo ou resumir demais.

Não adianta querer contar a história profissional no currículo, ao mesmo tempo, deixar de citar realizações importantes e experiências também desfavorece. Decida por ser claro e, preferencialmente, fazer seu currículo em tópicos. Você terá tempo de falar sobre eles na entrevista.

Viagens culturais.

Não faz sentido colocar esse tópico no currículo, a menos que a área de interesse seja turismo. Caso contrário, deixe suas experiências pessoais de fora.